RELAÇÃO Entre a Capacidade Dinâmica e o Desempenho da Firma a Partir de Métricas Contábeis

Nome: VERONICA SILVA RICARDO
Tipo: Dissertação de mestrado acadêmico
Data de publicação: 13/03/2018
Orientador:

Nomeordem decrescente Papel
Luiz Claudio Louzada Orientador

Banca:

Nomeordem decrescente Papel
ALVIM BORGES DA SILVA FILHO Examinador Externo
Luiz Claudio Louzada Orientador
Vagner Antonio Marques Examinador Interno

Resumo: Este estudo investigou a relação entre a capacidade dinâmica e o desempenho da firma e,
adicionalmente, o efeito moderador dos determinantes do setor, como grau de concentração e
nível de imprevisibilidade, construídos a partir de métricas contidas nas demonstrações
contábeis. Com base no argumento de que as capacidades dinâmicas, sob o enfoque de
processos, são monitoradas por meio dos processos operacionais da firma, que são
evidenciadas pelos índices que compõem ciclos operacional e financeiro, tendo efeitos
peculiares em indústrias distintas. A amostra foi extraída do banco de dados Comdinheiro® e
engloba as empresas de capital aberto listadas na B3. Os dados contábeis foram coletados de
forma trimestral no período de 2010 a 2016. Utilizou-se cinco modelos de regressão linear
múltipla, com interação entre variáveis e combinando modelos aninhados para testar as
hipóteses. Os resultados sugerem a existência de relação inversa entre as capacidades
dinâmicas, quando monitoradas pelos indicadores dinâmicos que compõem os ciclos
operacional e financeiro, e o desempenho da firma. De forma complementar, identificou-se
também um efeito moderador do grau de concentração e do nível de dinamismo do setor nas
relações entre dinâmica operacional e desempenho da firma.

Acesso ao documento

Transparência Pública
Acesso à informação

© 2013 Universidade Federal do Espírito Santo. Todos os direitos reservados.
Av. Fernando Ferrari, 514 - Goiabeiras, Vitória - ES | CEP 29075-910