Percepções sobre sistemas de custo aplicado ao setor público: uma análise na Universidade Federal do Espírito Santo

Nome: IVONE FIORIN
Tipo: Dissertação de mestrado acadêmico
Data de publicação: 03/02/2017
Orientador:

Nomeordem decrescente Papel
Fernanda Filgueiras Sauerbronn Orientador
José Marilson Martins Dantas Co-orientador

Banca:

Nomeordem decrescente Papel
Cláudia Ferreira da Cruz Examinador Externo
Fernanda Filgueiras Sauerbronn Orientador
Gabriel Moreira Campos Examinador Interno

Resumo: Objetivou-se neste estudo identificar as percepções dos gestores e contadores da UFES sobre a adoção de sistemas de custos aplicados ao setor público. A amostra foi comporta por 34 servidores, sendo 12 contadores e 22 gestores. Utilizou-se como instrumento de coleta dos dados a ferramenta questionário na forma de sentenças abertas e fechadas, neste caso, algumas sentenças são de múltipla escolha e as demais construídas estruturalmente, obedecendo ao padrão da Escala de Likert de quatro pontos. Foram construídas duas escalas:
de percepção e de importância. Com o intuito de comparar as percepções dos dois grupos,optou-se por realizar neste estudo, o teste estatístico não-paramétrico de Mann-Whitney. Verificou-se ao longo do estudo que contadores e gestores da UFES consideram importante a adoção e utilização de um sistema de gestão de custo nas universidades públicas. Os resultados revelaram ainda que as percepções de ambos os grupos em relação aos conceitos de sistemas de gestão de custo aplicado ao setor público são semelhantes e congruentes com a fundamentação teórica apresentada neste estudo. Identificou-se diferença significativa quanto à importância percebida pelos dois grupos, entretanto, supõem-se que ocorra em razão da formação dos participantes, logo, contadores tendem a considerar muito ou totalmente
importante as afirmações propostas em virtude de possuírem formação com maior especificidade na área de custos. Em relação à escala de percepção, as diferenças identificadas ocorrem em razão dos contadores revelarem maior incidência no sentido de concordarem totalmente, enquanto que os gestores expressaram maior tendência em mais concordar que discordar. Os resultados da pesquisa corroboram os achados de Diniz (2004) que conclui que as percepções dos gestores e contadores de sua amostra são congruentes no que se refere aos aspectos abordados quanto aos sistemas de custos, bem como o estudo de Ramos (2013) que conclui que ambos os grupos respondentes de sua pesquisa possuem conhecimento a respeito dos conceitos de custos e, sabem da importância e necessidade de tais informações para as tomadas de decisões. Sugere-se para futuras pesquisas, a investigação aprofundada acerca dos fatores limitadores de efetiva implantação de um sistema de gestão de custo no âmbito das universidades públicas. Sugere-se ainda a investigação de uma metodologia específica a ser implantada neste ambiente.

Acesso ao documento

Transparência Pública
Acesso à informação

© 2013 Universidade Federal do Espírito Santo. Todos os direitos reservados.
Av. Fernando Ferrari, 514 - Goiabeiras, Vitória - ES | CEP 29075-910